Workshop marca o início de projeto-piloto do Sinbi com o Mercado Livre

Publicado em: 13/09/2017

Fonte: Micheli Amorim - Facilita Conteúdo / Assessoria de comunicação do Sinbi

O Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui (Sinbi) iniciou nesta ter-feira (12/9) um projeto-piloto com o Mercado Livre. O objetivo é integrar marcas que querem vender no meio digital e não possuem estrutura para isso e fazer com que as indústrias atinjam o consumidor final. A primeira ação foi uma reunião de apresentação da plataforma colaborativa às seis empresas que integram o projeto. Também aconteceu um workshop, onde Luana Lisboa, diretora, e Fernando Jacobucci, head marketplace fashion, sport e beauty, ambos do Mercado Livre, falaram sobre o mercado da moda e suas divisões, as principais tendências e sobre o crescimento do volume de vendas on-line.

Atualmente, a plataforma possui mais de 600 marcas, está presente em 19 países e possui 182 usuários registrados. Segundo Luana, 90% dos produtos à venda são novos e ele é o e-commerce mais buscado do Brasil. “Para se ter uma dimensão, o Mercado Livre é responsável por 30% a 40% de toda a operação dos Correios no Brasil. Então, a gente tem um preço que é imbatível, consegue oferecer um valor de frete muito abaixo para o comprador”, destaca a diretora.

O público consumidor tem em média 36 anos, 56% são homens, 44% mulheres. A classe A representa 21%, a B 60% e a classe C e D 19%. A cada um segundo, seis compras são realizadas e mais de quatro mil buscas são feitas no site. Quanto à evolução de vendas das categorias, no primeiro trimestre deste ano, a diretora destacou que moda teve um crescimento de 64,9%, sendo que o produto tênis foi de 94%. Sapatos cresceram 52%, acessórios de moda 70%, bolsas 50% e malas e carteiras 55%.

DIFERENCIAIS

Um dos pontos destacados para os empresários foram as vantagens das lojas oficiais dentro do Mercado Livre. Hoje são mais de 60 marcas dentro do marketplace, sendo elas distribuídas em todas as categorias. O Sinbi será a ponte entre as empresas que integram o projeto e a plataforma. A parceria servirá para facilitar e consolidar o contato, cuidar do operacional das vendas digitais para as indústrias e conseguir desenvolver todas as marcas no site. A empresa Chiquiteira, do empresário Márcio Loureiro, de Birigui, é um case de sucesso na plataforma, por isso, ele auxiliará o Sinbi na assessoria às empresas. Ao final do workshop, houve um coquetel promovido pelo Mercado Livre. Os associados interessados em integrar o grupo, podem entrar em contato com a entidade, o telefone é (18)3649 8000.